Direito imobiliário: como evitar ações contra a sua imobiliária

A negociação para compra, venda ou aluguel de um imóvel é um processo burocrático complexo que exige cuidados. Por isso, ter conhecimento em direito imobiliário pode ajudar a evitar ações contra a sua imobiliária.

Para se resguardar de ações judiciais, é muito comum as imobiliárias submeterem os consumidores que optam por desistir da compra ou contrato de aluguel a cláusulas abusivas, previstas em contratos de adesão. Mas essa nem sempre acaba sendo a melhor opção, já que o comprador ou locatário pode recorrer na justiça, travando um longo processo judicial contra imobiliária, envolvendo elevados custos e desgastes para imagem do negócio.

Segundo a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), o total de distratos foi de 37.702 unidades no acumulado de 2016. O elevado número de distratos de imóveis comprados na planta é um reflexo do momento político e econômico que o País atravessa.

Outra questão que pode levar à judicialização da imobiliária é a inadimplência de locatários. Porém, com a adoção de algumas medidas preventivas como, enviar lembretes para informar o cliente sobre data de vencimento do aluguel e disponibilizar acesso prático ao boleto do aluguel para seu pagamento, é possível reduzir problemas dessa natureza.

A imobiliária pode atuar de forma preventiva para evitar uma possível desistência da compra e venda, assim como a rescisão contratual ou outros problemas relacionados à locação de um imóvel. Para isso, é necessário promover um pós-vendas eficiente. A iniciativa garante que a imobiliária estabeleça um relacionamento de longo prazo com os clientes.

Confira a seguir outras iniciativas que sua imobiliária pode adotar para evitar ações judiciais.

Direito imobiliário: iniciativas para evitar ações contra a sua imobiliária

Clareza na elaboração dos contratos de compra/venda e locação

Para evitar mal entendidos na assinatura do contrato de compra/venda e locação, a imobiliária deve disponibilizar com clareza as informações especificadas nas cláusulas do contrato às partes. O ideal é que a iniciativa seja adotada antes de redigir o contrato imobiliário, assim as partes podem debater todas as cláusulas que formarão o contrato, evitando descontentamentos.  

Na rescisão de um contrato de locação, por exemplo, é muito comum inquilinos entrarem com ações contra as imobiliárias por não aceitarem determinadas exigências ao final do contrato. As imobiliárias solicitam a devolução do imóvel nas mesmas condições em que foi entregue: pintado na cor original, com reparos em peças e equipamentos que dependam da manutenção pelo morador. Porém, nem sempre está claro no contrato o que é considerado desgaste provocado pelo inquilino e o que é desgaste natural do imóvel.

Conte com uma assessoria jurídica especializada

Contar com uma assessoria jurídica especializada pode garantir que a imobiliária evite situações de risco que podem levar à judicialização. Por isso, busque um profissional especializado em Direito imobiliário que tenha conhecimento sobre as disposições legais e é capacitado para auxiliar na elaboração de um contrato seguro e válido para as partes.

Melhore a experiência dos seus clientes para garantir sua satisfação

Melhorar a experiência dos seus clientes assegura sua plena satisfação, reduzindo as chances de possíveis descontentamentos que podem levar à ações contra sua imobiliária.

Uma forma de inovar na maneira de se relacionar com os clientes e promover a melhoria na sua experiência é contar com um aplicativo imobiliário exclusivo. A ferramenta facilita a comunicação entre imobiliária e clientes e é considerado um canal mais eficiente para realizar o aluguel de um imóvel sem burocracia, diretamente no ambiente digital.

Recentemente, a Vista Software lançou o App Vista com intuito de melhorar a experiência de locação, simplificando o aluguel de imóveis para corretores e clientes. De forma inteiramente digital, é possível realizar todo o processo de locação, reduzindo a burocracia e tornando-o mais simples e prático.

  • Simulação de Crédito

Em poucos cliques, o cliente pode fazer a simulação de locação para saber o valor do imóvel disponível para alugar, o resultado da simulação é exibido na hora. Assim, tanto a imobiliária quanto o cliente final saberão se o cadastro foi pré-aprovado ou não, e por qual valor o cliente poderá alugar um imóvel.

  • Agendamento de visitas

Com o App da Vista, o agendamento de visita à um imóvel é feito pelo cliente por meio do site da imobiliária que é notificada em tempo real. Automaticamente, a ferramenta envia notificação ao proprietário informando o dia e horário que o imóvel receberá visita, podendo reagendar a visita quando necessário.

  • Conclusão de locação

O fechamento e assinatura de contrato pode ser realizado durante a visita pelo App, assim como acionar a vistoria de entrada do imóvel e realizar a contratação de seguro e incêndio, obrigatório para a locação de imóveis.

Acesse outros conteúdos do Vista e fique por dentro das últimas tendências do mercado imobiliário.